O tripé

Agronegócio, China e clima, diz o jornalista Mathias Alencastro (FSP) constituem o tripé das relações exteriores do Brasil, na agenda de 2021. Se for assim, pior para nós. A aparente boa vontade dos agronegocistas colide com as crenças e convicções dos governantes, por várias razões. A primeira delas, o fato de que a China é quem mais compra de seus produtos. Aqui já se tem importante fator de complexidade e dificuldade. Fica tudo junto e misturado - agronegócio, comércio exterior, China. O item clima, da forma como vem sendo tratado, dificilmente ajudará nossas relações com os demais países. Enquanto o rebanho vai passando, graças à preferência do noticiário pela pandemia, a ameaça de fechamento das porteiras do comércio internacional para nossos produtos pode tornar-se realidade. O tripé mencionado pelo articulista não tem a menor probabilidade de acertar o passo com o quadrúpede posto à frente do Itamaraty.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Nossas reservas

É comum a ignorância e a insensatez ocuparem todos os espaços, quando o ambiente é escurecido, seja lá pelo que for. Isso gera a impossibilidade até de se encontrar o caminho por onde seguirão nossos

American nightmare

O mundo sente alívio, no day after ao do encerramento do mandato de Donald Trump. Se aos habitantes dos Estados Unidos América do Norte é proporcionada a oportunidade de reacender as esperanças, para

Vaidade e remorso

O que resta em mim de esperança na sociedade humana trabalha contra o maniqueísmo. Nenhum dos bípedes a que, às vezes inadvertidamente, chamamos humanos, foge à regra: dentro de cada um de nós, todos

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.