top of page

O que é, então?

Mal completado o primeiro mês de funcionamento, a CPI da covid-19 apresenta evidências não muito fáceis de admitir. Não digo incompreensão partida dos que desejam chegar à verdade, porque os incomoda contar tantos mortos. Não admitem as evidência postas a nu, os mesmos que tudo perdoam nos delinquentes seus amigos, en quanto inventam mentiras para atribuir aos focalizados por seu ódio doentio. Discutem-se os aspectos secundários, de resto expediente tantas vezes utilizado a que só a ignorância e a desonestidade dão crédito. Os fatos: aproximamo-nos do 500° milhar de mortos. A aquisição de vacinas foi procrastinada o máximo possível, enquanto medicamentos ineficazes eram recomendados e propagandeados pela maior autoridade executiva da República. O empenho de outros no sentido contrário, seja qual seja a intenção que os moveu por imunizar a população, provocou reações cuja influência no combate à doença revelou-se com clareza. A nação fornecedora de imunizadores e insumos para fabricá-los foi sequencialmente agredida pelo Presidente da República e seus fanáticos seguidores. Mas não é a soma desse rol de atos delinquentes que alterará as responsabilidades, do Presidente e dos que lhe devotam religiosa adoração e subserviência colossal. O início da extensa lista, por si mesmo, caracteriza os prejuízos e o conceito em que se enquadra a atuação governamental. Tem cabimento, portanto, a discussão sobre se estamos diante de um verdadeiro genocídio ou isso é invenção dos oposicionistas - como se estes realmente existissem. Ou, sejamos tolerantes, se comportassem como tal. Em todo caso, uma só pessoa morta por ação ou omissão de outrem seria motivo suficiente para incomodar as pessoas aproximadas do que se tem como humano. Quando as vítimas são centenas de milhares e os responsáveis têm deveres de Estado, trata-se de um escândalo. O genocídio à brasileira ora em curso traz um ingrediente que o torna mais grave: não escolhe um só segmento que, por crença ou raça deve ser eliminado, como a História está cansada de registrar. Correm o risco da eliminação também os sócios, cúmplices, auxiliares e incensadores dos genocidas. Por enquanto, a única novidade que a perversidade e o talento negativo dos responsáveis oferecem àquela figura penal tão hedionda. Os judeus sabem muito bem do que estamos falando. Como o sabem também vários outros povos, mundo afora.

2 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

1 則留言


a grande midia ignorou os protestos contra o governo e morde e assopra na CPI

按讚
bottom of page