O quadrado de cada qual

Não sou eu quem o diz, mas ampla maioria dos entendidos em Educação: o processo educacional é exigente, sobretudo, de ambiente aberto, onde as contradições possam ser discutidas livremente. Só assim se formarão verdadeiros cidadãos, seres capazes de tomar decisões propícias e favoráveis à sociedade. Tornar os espaços onde têm lugar as práticas educativas submissos à rigidez necessária à disciplina, portanto, é em si mesma decisão prejudicial à educação e atentatória à liberdade individual. Também o sabem os sociólogos e especialistas em administração: há organizações exigentes da disciplina e hierarquia, características sem as quais serão prejudicados os objetivos que lhes são específicos.

Entender as diferenças entre uns e outros, as escolas e os quartéis, tem constituído esforço permanente de muitos estudiosos, notadamente os que se dedicam à Sociologia. Não por acaso, as nações que levam em conta - digamos assim - essas peculiaridades têm-se saído melhor que as outras. Os exemplos, por abundantes, sequer precisam ser mencionados, mundo afora.

Infeliz, portanto, a proposta que surge no horizonte, talvez como balão de ensaio neste país em que a fabricação desse tipo de artefato só se tem ampliado: fazer de cada escola pública, mesmo no nível universitário, um quartel.

Um dos mais reputados estudiosos norte-americanos da Administração, o Professor Fred Riggs descreveu o que mais tarde ficou conhecido como "modelo prismático", aplicável às nações, segundo um conjunto de atributos. O tamanho e a abrangência das redes de comunicação e o sistema econômico são duas dessas condições. Também a assunção, pelas diversas agências do Poder Público, de funções especializadas inclui-se no rol apresentado por Riggs, na obra Ecologia da Administração Pública (FGV, Rio, 1964). Quanto maior a especificidade dos órgãos e setores administrativos, mais próxima a nação está da modernidade. Obviamente, quando as relações da organização se pautam pela disciplina, não pela criatividade; pela colaboração não pela hierarquia, mais se aproxima do desenvolvimento.

Escola é escola, quartel é quartel. Isso vale também para as instituições de ensino e pesquisa, vis-a-vis os estabelecimentos penitenciários.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Leite e lágrimas

Empenhado na tarefa de desmoralizar o Sistema Único de Saúde, revelar desprezo pela Ciência e não deixar dúvida sobre seu ódio à Humanidade, o Presidente da República visitou Chapecó. Naquela cidade c

Radicalismos

Faz tempo, recuso discutir problemas econômicos se a desigualdade for item excluído da mesa de debates. Sem ter formação oficial em Economia, alguns cursos feitos na área permitiram-me compreender, po

Proposital, não menos

Sempre ouvi dizer que caos e planejamento são inimigos irreconciliáveis. Uma única exceção legitima essa regra: o caos planejado. É do que tratamos hoje, quando a ação destruidora vai desde organizaçõ

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.