O problema

Vejo crescer, embora sem a velocidade que penso necessária, o número de estudiosos que veem na desigualdade o maior problema a combater. Empedernidos defensores do modelo atual de apropriação da riqueza parecem fazer o mea culpa. Não descarto a hipótese de muitos serem levados pelo remorso. Devem ter olhado em torno e visto o que resultou de seu próprio egoísmo. Outros já se sentem seguros e satisfeitos com o que amealharam de riquezas materiais, qualquer a forma como o fizeram. É certo haver também os que superaram a obtusidade e a ignorância. Espero que sejam maioria os que chegaram à conclusão de que só os maus conseguem ser inteiramente felizes em meio a tanta infelicidade. E preferiram tirar esse peso, não dos ombros, mas da própria consciência.

3 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Anunciada...mas nem por isso

A forma como a covid-19 vem sendo encarada pelo governo federal responde pela tragédia que já matou mais de duzentos mil brasileiros, e ainda matará não se sabe quantos mais. O desespero que tomou con

Qual o verdadeiro PT?

Enquanto tergiversava a respeito do apoio a Baleia Rossi, o Partido dos Trabalhadores entretinha tratativas com os apoiadores de Arthur Lira, candidato de consenso entre o Presidente da República e o

Médicos paulistas se manifestam

Firmada por todos os ex-Presidentes vivos da entidade, Carta ao Público de profissionais inscritos no Conselho Regional de médicos de São Paulo - CREMESP, reivindica a pronta e vigorosa manifestação d

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.