top of page

Novos velhos medos

Arrepiam-se parlamentares e ex-parlamentares amazonenses com o que pode acontecer com a economia do Amazonas, diante das anunciadas reformas administrativa e tributária. Há muito tempo se há de reconhecer no ex-deputado Pauderney Avelino o político mais credenciado a discutir a ZFM ou PIM. Suas intervenções revelam conhecimento de causa, nesse tema específico. No presente, ele diz que hoje o projeto é mais bem compreendido por lideranças de outras regiões. Por isso, será menos difícil contar com o apoio e a solidariedade - o voto parlamentar, mais que tudo - deles, em defesa da economia amazonense. Ouso discordar do lúcido engenheiro.. Quando eram acusados de ignorância do projeto, talvez fosse mais fácil prosperarem apelos mais que argumentos. Proclamações afetivas raramente têm força suficiente para abranger a um só tempo corações e mentes. Se são as mentes as produtoras de argumentos, torna-se exigível alguma compreensão do processo econômico em nível global. Em uma palavra: globalização não é algo inventado pela cabeça de alguns ociosos postos a buscar explicação para o mundo em que vivem. Nem os fatores nela envolvidos são divorciados do pensamento que se tornou hegemônico. Do conjunto de informações que tenhamos sobre as variáveis econômicas, as condutas humanas e os resultados do processo social é que resultará a realidade. Tudo tem a ver com as relações humanas, estas sim, permanentes enquanto o homem estiver com os pés pisando as terras - onde quer que estejam essas terras. Mesmo muitos dos que dizem ser necessário aprender com a História, limitam-se a lamentar o malogro da economia gomífera (nome bonito para algo muito feio), pelo que veio depois dela. Recusam-se, porém, a ver a realidade em torno, no máximo atravessando a ponte sobre o rio Negro. Em território tão exíguo se comparado ao Mundo, dificilmente encontraremos respostas adequadas aos nossos problemas.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não fazem falta

Há indivíduos que, ausentes, fazem enorme favor aos outros. Cafu e Ronaldinho Gaúcho organizam um jogo entre veteranos, cuja renda se destinará às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Enquanto

O medo da urna

A credibilidade do governador Eduardo Leite afundou de vez nas águas do Guaíba e outros rios. Quando todas as cidades atingidas pelas enchentes baixarem, restará na lama o prestígio do governante. Alé

Provas provadas

A Revista de Saúde Pública, do Instituto Sérgio Arouca, tirou as dúvidas. Nós municípios em que o ex-capitão excluído das forças armadas e tornado inelegível venceu as eleições de 2022, o índice de mo

Comments


bottom of page