Novo crime

Qualquer pessoa sensata sabe das dificuldades por que passa a educação nacional, em todos os níveis. Mesmo assim, os momentos em que são necessários os serviços públicos sob a responsabilidade dos saídos de nossas escolas mostram-se capazes de dar boa resposta. Melhor seria, ainda, se aos profissionais fosse assegurado ambiente propício à melhor formação. Como cidadãos, primeiro; depois, como especialistas seja lá no que for. O que o atual governo cogita, porém, segue rota contrária. As universidades públicas verão ainda reduzido seus orçamentos, no próximo exercício. Dizer que se treata de incompetência é alvará de impunidade oferecido aos autores do crime.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

uma cerejeira e uma saudade*

em julho, quando o mês finda há uma data charmosa que já foi linda e segue teimosa há também uma cerejeira que floresce certeira que a saudade desvanece elas chegam sempre no espaço da espera no vazio

Policialesco

Quem ainda tenha dúvida sobre a transformação do Estado democrático de Direito em um Estado policial, leia com atenção noticiário sobre as irregularidades atribuídas ao ex-reitor da UFSC, professor Lu

Na linha de tiro

Cresce a literatura sobre o infausto período histórico de que somos protagonistas e pacientes. Têm-se posto em questão fenômenos relacionados sobretudo à fragilização da democracia. Pouco a pouco, sen