Negócio promissor

A Amazônia, o Cerrado e o Pantanal, além de outros locais, ardem em chamas. A vegetação desses lugares está sob a ameaça de desaparecer. Com ela, parte da fauna. Inventam-se mentiras,localizando inclusive espécies animais inexistentes em locais onde sua sobrevivência seria comprometida. A pandemia chega à casa das 130 mil mortes e há quem diga que as perdas são de somenos. A inflação bate à porta, enquanto se buscam pretextos que nada explicam, antes reforçam as teses dos críticos. Assim, diante de realidade tão deslustradora, os responsáveis tentam impedir que a luz do sol exponha suas culpas. Nenhum negócio parece mais promissor que a fabricação de peneiras.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Onde andam?

Antes, perguntava-se por Fabrício Queiroz. Até o braço direito do Presidente da República ser encontrado na casa do advogado Richard Wasseff, em Atibaia. Desapareceu agora, o General-Ministro Augusto

Pranto pela Amazônia e por Manaus

Do consagrado poeta João de Jesus Paes Loureiro, o visitante encontrará em ESPAÇO ABERTO a manifestação do professor paraense sobre a tragédia por que passamos. O título desta nota é o mesmo que ele d

Não combinam

Qualquer manifestação de talento irrita os ignorantes. Não fosse assim, a memória do poeta João Cabral de Melo Neto seria poupada da infâmia contra ela desferida, pelo Presidente da República. O gesto

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.