Necropolítica


Pantagruélica

a fome dos demônios

ódio a acicatar-lhes

apetites

elaborar complicados

pandemônios

desafiando encontrar

quem inda

resiste

encurralados nos desvãos

da História

apelam para o que

de mal existe

pensar inerme

tudo o que não é

escória

seguem sem rumo

não lhes importa

o Norte

se é de vírus

bacilo ou verme

no trágico consumo

a lâmina a conduzir pra

morte.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Jogo macabro

Sentou-se à mesa sem que sequer alguém o tenha percebido convidado não fora nem esperada era sua vinda sentiu-se à vontade como desfrutasse das honras dos sabores dos gestos – só horrores! Momento inu

Erga omnes

Lavemos todos as mãos sacrifiquemos o convívio que nos faz humanos guardemos abraços afagos apertos de mão carinhos sem os quais não seremos senão animais ... às vezes nem tanto pássaros distantes do

Escala zoológica

Abutres répteis carnívoros roedores talvez Linneu ou Darwin nos digam a espécie dos convivas do banquete farta a mesa em que estão postados crepitam as brasas em funéreo ritmo ostentação vibrante na m