top of page

Não basta isso

Mais uma vez, o ex-capitão excluído das forças armadas recua e ratifica sua absoluta irresponsabilidade. Pior, também confirma os maus propósitos e o desdém devotados à honra alheia. Afinal, hesitação característica dos que vieram ao mundo e dele não têm a menor noção, nem é isso o que lhes interessa. Desta vez, o acovardamento mais recente vem em razão do clima (ops!) que pinta, quando o segundo turno eleitoral fica mais próximo. Porque, covarde, asqueroso e sujo foi também o primeiro gesto do indivíduo. As tintas do clima pintado, como descrito pelo próprio confidente, tinham o tom do apetite sexual que crianças podem despertar em certo tipo de (desculpem se a expressão é por demais generosa e inadequada) pessoa. Não é a primeira vez que o Presidente da República pensa apagar da memória e da História que ele deslustra, a manifestação de seu amor à mentira, não importa o mal que ela faça à humanidade. Como se um pedido de desculpas bastasse! Para, apostando na falta de memória dos contemporâneos, logo adiante reincidir nos seus malditos e malfeitos. Assim tem sido, assim poderá ser. Os brasileiros, portanto, terão o próximo dia 30 como a grande oportunidade de dizer qual o clima preferido e com que cores o pintarão.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

França e franceses

Mais uma vez vem da França o anúncio de novos avanços na História. Esta quinta-feira marca momento importante daquela sociedade, há mais de dois séculos sacudida pelo lema liberté, fraternité, egalité

Uso indevido

Muito do que se conhece dos povos mais antigos é devido à tradição oral e a outras formas de registro da realidade de então. Avulta nesse acúmulo e transmissão de conhecimentos a obra de escritores, f

Terei razão - ou não

Imagino-me general reformado, cuja atividade principal é ler os jornalões, quando não estou frente à televisão, clicando nervosamente o teclado do controle remoto. Entre uma espiada mais demorada e ou

Comments


bottom of page