Mudo que fala


A alegada falta de recursos financeiros, preocupação exclusiva do sinistro Paulo Guedes, não corresponde à riqueza verbal de pelo menos um de seus colegas. Ricardo Noblat chama a atenção para o absoluto vazio das falas do homem de negócios Nélson Teich, posto no lugar de Luiz Henrique Mandetta, na Saúde. Quanto mais fala, Teich menos diz. Lembrou-me Peteleco, com o qual o ventríloquo Oscarino Varjão divertiu as crianças de Manaus durante décadas.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Menos mal

Continuará a chamar-se Praça Nestor Nascimento o logradouro da Praça 14. Houve recuo dos promotores de mais uma das muitas ignomínias que têm vitimado segmentos sociais desfavorecidos. No caso específ

Mercado

Oferta e procura se encontram. Ao final, chegam ao objetivo buscado: o preço. Simples assim, diria o obediente general Pazuello. Atento a isso que se considera a principal lei de um ser etéreo, invisí

O coringa desastrado (?)

Migrante ministerial, o réu confesso Ônix Lorenzoni troca de pasta como quem troca de roupa. Perece certo ministro da ditadura, pau para toda obra. Com uma vantagem sobre o pretenso candidato ao gover