Moralidade e fé

Mais uma vez, o articulista Contardo Caligaris, da Folha de São Paulo, dá uma excelente contribuição ao debate do tema. E coloca nos devidos termos a questão sobre as relações entre um sentimento e o outro, a conduta e sua inspiração. E me fez lembrar de um parente, assediado pelas amigas fervorosas em suas prátias religiosas. Um dia, frustradas na tentativa de devolvê-lo ao rebanho de que se desligara fazia tempos, disseram-lhe: a religião é um freio para o Homem. Ao que ele, pronta e calmamente respondeu: não sou cavalo para precisar se freios. Mal sabiam as amigas carolas que desprestigiavam a fé, ao invés de valorizá-la, como opção do pensamento. Neurônios sempre serão melhores que freios.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Repondo a verdade

A necessidade de uma reforma administrativa parece-me indiscutível, mas por motivos e com finalidades absolutamente contrários aos que vêm propalando governo, congressistas e patrões. Com o coro engro

O Rubicão de cada um

Difíceis, muito difíceis – e tenebrosos, os dias que temos vivido. Digo da morte imposta a toda uma população, aqui como em outros lugares do Mundo. A rejeição da Ciência, a agressão aos direitos fund

Fora!