Mentira esquecida

Preparo-me para lançar Sete mentiras capitais. No livro, não está mencionada uma das maiores mentiras, que o noticiário de hoje suscita. A quebra da estabilidade do servidor público seria desnecessária, cumprida a legislação vigente. O período probatório, se levado a sério pelos gestores públicos, evitaria a vitaliciedade dos incompetentes, improdutivos e corruptos existentes no serviço público. Não devemos esquecer, porém, que esses também fazem carreira nas empresas. Ou a Lava Jato não tem revelado isso?

6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Sem mato e sem cachorro

Cassar sempre será mais fácil que caçar. Nesta, precisa-se ter cachorro (à falta dele, gato serve). Na outra, o verbo substitui com vantagem o substantivo: matar é diferente de manter a mata. O cão ne

Triste destino

Se não podes contra o poderoso alia-te a ele. Esse o roteiro seguido pelo ex-senhor da Lava Jato, desmoronado muito antes do que imaginaria a mais criativa mente. Não dando certo a fundação urdida com

Pandemia e endemia

Faz poucos dias, adverti para os resultados então incertos do segundo turno. Considerava àquela altura sem fundamento o triunfalismo de qualquer das forças em disputa. Também buscava conter a tendênci

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.