Memória indígena

Aberto desde 11 de janeiro deste ano, no Parque Estadual do Utinga Camilo Vianna, em Belém, o Memorial Verônica Tembé resgata a memória dos povos pré-colombianos da Amazônia. Homenagem à líder dos Tembé-Tenetehara, o local reúne material produzido pelos indígenas, de cujas sociedades podem-se obter informações. O projeto foi elaborado em 1994, pelo falecido arquiteto e professor Mílton Monte, da UFPA. Camilo, que dá nome ao parque, foi professor da Faculdade de Medicina da UFPA e influente ativista das causas ambientais.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

À tripa forra

Romero Brito, artista plástico residente em Miami, e Eri Johnson, ator, encheram o bucho (para usar a linguagem corrente no local), no almoço das mães, no Palácio Alvorada. Desde o alvorecer, carne as

Adiamento

A live de lançamento do livro O Festival da Canção de Parintins, narrativas dos compositores: História, Memória e Identidades (1985-2021), foi adiada. Não foi, nem será realizada hoje, 8 de maio. Logo