Masculinidade ostentatória

Contardo Calligaris, psicanalista e articulista da Folha de São Paulo, publicou dia 12 do corrente, texto como sempre muito denso e equilibrado. Na matéria, o psiquiatra comenta o comportamento do Presidente norte-americano Donald Trump, inclusive arrimando sua análise em comentários de outros profissionais, como Susan Faludi, criadora da expressão masculinidade ornamental. Concordando com essa autora, Calligaris menciona a comparação feita entre o derrotado republicano e alguns de seus antecessores na Casa Branca. A virilidade dos heróis do faroeste, dos condutores de guerras por toda parte do mundo não se reconheceram em Trump. Sequer um brutamontes, como o psicanalista a princípio julgava ser o opositor do eleito Joe Biden, o quase-ex-Presidente não passa de uma versão vintage de masculinidade. Esse sentimento, que Calligaris atribui a Faludi, seria compartilhado por liberais e conservadores, republicanos e democratas. Interessante o destaque dado ao portador dessa masculinidade ornamental: maneira de ser homem devorada pela dúvida (será que sou?) a ponto de se mostrar sempre obcecada pela aprovação, pela cena, pelo teatrinho. Conclui Faludi: ...o exato contrário da geração de guerreiros que foram à luta nos anos 1940. Trump não está sozinho, mas espalhar pelo mundo essa dúvida de que é tomado vai-se tornando cada dia mais difícil.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Boa hora

Circula nas redes sociais documento assinado por Frei Betto, integrado à Campanha da Quaresma. Além das denúncias formuladas pelo lúcido e incansável pensador católico, a mensagem traz um apelo, em

Equívoco ou propósito?

Repito convicção firmada ao longo de uma vida que se aproxima das oito décadas, com mais de seis delas dedicadas a organizações humanas de natureza, objetivos e funções diversos: governos nunca erram,

Eclética e enciclopédica

Dita por um professor de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro soube de frase bem-humorada que me parece definitiva. Disse ele sobre certo colega vaidoso, enfatuado e verborrágico: a igno

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.