Maria Sylvia Nunes morre em Belém

A professora emérita Maria Sylvia Nunes morreu na capital paraense, onde nasceu, na última quinta-feira. Fundadora do Norte Teatro Escola e da Escola de Teatro da Universidade Federal do Pará, Maria Sylvia lecionou durante 30 anos na UFPA e, em 2002, teve seu nome dado ao teatro construído na Estação das Docas, um dos pontos mais visitados moradores da cidade e pelos turistas que vão à capital paraense. Maria Sylvia, que contava 90 anos, foi casada por 60 anos com o filósofo e professor Benedito Nunes, morto em 2011. No final dos anos 1990, o casal veio pela última vez a Manaus, participar de evento promovido pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e a Fundação Amazônica de Defesa da Biosfera - FDB.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Confusão tola

As novas tecnologias da informação que na percepção de Marshall Mac-Luhan transformaram o mundo em uma aldeia global, nem sempre têm sido vistas com a seriedade necessária. Talvez aí esteja uma das ra

Policialesco

Quem ainda tenha dúvida sobre a transformação do Estado democrático de Direito em um Estado policial, leia com atenção noticiário sobre as irregularidades atribuídas ao ex-reitor da UFSC, professor Lu

Justa reverência

Denominar o prédio em que se instalou a Faculdade de Artes da UFAM de Maestro Nivaldo Santiago era o mínimo que o velho professor merecia. Fez-se justiça a ele, cujos serviços profissionais engrandece