top of page

Mandatos, mandatários e mandantes

Foram peremptórias as primeiras informações oficiais: não há mandantes, no duplo assassinato de Bruno Pereira e Dom Phillips. De algumas bocas, apesar de reconhecidamente sujas, foi o que se soube, mal divulgado o duplo crime. Algumas, detentoras de mandato popular. Só que, desta vez, sem representar a voz do povo. Muito menos a de deus, seja lá qual for este. Porque desta vez não foi oferecido o cobertor com que tantos outros atos delituosos têm sido contemplados, agora dá-se última forma: tudo indica a presença de mandantes na execução dos dois mortos. Ou ainda haverá a tentativa de condenar tudo a silêncio secular?

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não fazem falta

Há indivíduos que, ausentes, fazem enorme favor aos outros. Cafu e Ronaldinho Gaúcho organizam um jogo entre veteranos, cuja renda se destinará às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Enquanto

O medo da urna

A credibilidade do governador Eduardo Leite afundou de vez nas águas do Guaíba e outros rios. Quando todas as cidades atingidas pelas enchentes baixarem, restará na lama o prestígio do governante. Alé

Provas provadas

A Revista de Saúde Pública, do Instituto Sérgio Arouca, tirou as dúvidas. Nós municípios em que o ex-capitão excluído das forças armadas e tornado inelegível venceu as eleições de 2022, o índice de mo

Comments


bottom of page