Mais privatização

O pagamento da licença por acidentes de trabalho e do auxílio doença pode ser privatizado. É a novidade, no pacote econômico que acabará com a pobreza, matando os pobres. Não tantos, porque atingirá os servidores públicos, espécie quase em extinção. Malthus não proporia nada melhor. Não nos surpreendamos, se as indenizações sofrerem incidência do imposto de renda.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mais um capítulo amazônico

Durante a sessão de abertura do Encontro anual do Ano Acadêmico Paulo Freire, pelo Núcleo de Estudos de Administração e Pensamento Social - ABRAS/UFF, será instalado o Capítulo Amazônia, integrado por

Hora do pega pra...

Por mais que o Presidente e o Relator da CPI da covid-19 desejem e mesmo tentem, difícil será manter a tranquilidade, quando sabemos que a marca de 500 mil cadáveres se aproxima. Nem todos têm consciê

Pensamento não morre

Há vinte e quatro anos, em outro 02 de maio, deixava-nos Paulo Freire. Doze anos depois, foi embora Augusto Boal. O pensamento e a ação de ambos, dignificantes e justificativas da nem sempre provada s