Mais Piketty

"Capital no século XXI", lançado em português em 2014, tornou seu autor, o economista francês Thomas Piketty conhecido em todo o mundo. Suas ideias sobre a desigualdade transitaram por todos os continentes, nos meios acadêmico, político e empresarial. Em lugares como o Reino Unido e os Estados Unidos da América do Norte, não foram poucos os que aplaudiram a análise do estudioso. Agora, a previsão é a de que seu "Capital e ideologia" repita, talvez em escala ainda maior, o êxito do livro anterior. Prevista para março do ano que vem, o encontro do pensamento de Piketty com os leitores e líderes gera expectativas promissoras. Lembro que reforça o que penso a respeito das misérias do mundo: violência, desemprego, maus serviços de educação, saúde, saneamento, habitação. O mais grave de todos os problemas é a desigualdade, mundo afora.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

De inoportuno a necessário

A polarização política chegou a um tal ponto que se torna difícil imagina-la desaparecer tão facilmente. É justo reconhecer que muito dela é devido ao estilo do atual Presidente da República, apostado

Na linha de tiro

Cresce a literatura sobre o infausto período histórico de que somos protagonistas e pacientes. Têm-se posto em questão fenômenos relacionados sobretudo à fragilização da democracia. Pouco a pouco, sen

Menu da babugem ou da xepa

Confesso minha dificuldade em atribuir algum adjetivo suficientemente justo para qualificar o desqualificado sinistro da Economia. Ele não é o único nesse governo a reunir desqualidades tão agressivas