Mais mentira

Deu-se para falar, nos últimos dias, em reforma administrativa. Para não fugir à regra, as razões apontadas não são mais que pretextos. Pior: fundadas em absolutas mentiras. Uma delas, a generalização de uma situação que atinge certos segmentos privilegiados do serviço público, a que o governo FHC deu o nome de funções de Estado. O grosso do funcionalismo ganha salários ridículos, a começar do próprio Presidente da República. Tirem-se os cartões corporativos e os penduricalhos, raríssimos os servidores, civis e militares, pagos com justiça. Como o moderno é fake...

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Motociata e negócio

Passeio de motocicletas com placas encobertas podem ser mais que motociatas. A mais recente, porque considerá-la a última é tolice, custou R$ 1,2 milhão aos contribuintes. O nome da aglomeração motori

Frases 129

A mentalidade anarquista do Presidente age para destruir e desmoralizar as instituições. Dita pelo General Luís Carlos Santos Cruz, ex-Secretário de Governo da Presidência da República. Integrante do

Outro artigo

Embora os artigos da Constituição Federal mereçam atenção maior, a leitura de outro artigo, mais uma vez postado em COMISSARIA, e escrito em 2000, é recomendada. O primeiro (Fujimori, o ídolo) aparece