Listas - do bem e do mal

O filme A lista de Schindler mostrou ao Mundo raro exemplo de dignidade e respeito à vida humana. Lá estavam judeus salvos do nazismo, graças aos valores humanos de um alemão que amava a vida- dele e dos outros. Há outra lista, neste século XXI, reveladora exatamente do contrário. Não por quem a elaborou e divulgou, mas por quem a integra. Elaborou-a O Conselgo de Direitos Humanos da ONU. Divulgou-a a Alta Comissária, Michele Bachelet. Além do Brasil, integram-na Belarus, Tanzânia, Nicarágua, Burundi e

Estados Unidos da América do Norte. Maria Hermínia Tavares, jornalista comentou esse vexame brasileiro: "Hoje, continua havendo perfeita correspondência entre a perversidade de Bolsonaro no trato da pandemia e da devastação ambiental e a vergonhosa política externa de Ernesto Araújo".

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

À tripa forra

Romero Brito, artista plástico residente em Miami, e Eri Johnson, ator, encheram o bucho (para usar a linguagem corrente no local), no almoço das mães, no Palácio Alvorada. Desde o alvorecer, carne as

Adiamento

A live de lançamento do livro O Festival da Canção de Parintins, narrativas dos compositores: História, Memória e Identidades (1985-2021), foi adiada. Não foi, nem será realizada hoje, 8 de maio. Logo