Leitura

Penso ter lido em algum lugar: palavras sem ação de nada adiantam. O vento as leva. É nisso que se pode resumir o atual Sínodo para a Amazônia, em absoluta obediência às palavras de um certo andarilho da Judeia. Dentre os detratores da Igreja não são poucos os que têm seus nomes inscritos em algum vitral doado, em alguma dependência construída nos milhões de templos católicos, em todos os continentes. Estão chegando à conclusão de que o “investimento” não deu certo. A fé ainda não está totalmente posta no balcão.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

À tripa forra

Romero Brito, artista plástico residente em Miami, e Eri Johnson, ator, encheram o bucho (para usar a linguagem corrente no local), no almoço das mães, no Palácio Alvorada. Desde o alvorecer, carne as

Adiamento

A live de lançamento do livro O Festival da Canção de Parintins, narrativas dos compositores: História, Memória e Identidades (1985-2021), foi adiada. Não foi, nem será realizada hoje, 8 de maio. Logo