Líder indígena premiada

Alessandra Korap, mundurucu, 36 anos, ganhou o prêmio Robert F. Kennedy, por sua participação na luta pelos direitos humanos. O dinheiro do prêmio, criado em 1983, será totalmente aplicado em ações que beneficiam a etnia a que pertence Alessandra. Antes dela, o advogado Darci Frigo, por trabalho sobre a reforma agrária (2001); o venezuelano Alfredo Romero, crítico de Nicolás Maduro (2017) e a sul-africana Winnie Mandela, viúva de Nélson Mandela (1985) ganharam o mesmo prêmio.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Motociata e negócio

Passeio de motocicletas com placas encobertas podem ser mais que motociatas. A mais recente, porque considerá-la a última é tolice, custou R$ 1,2 milhão aos contribuintes. O nome da aglomeração motori

Frases 129

A mentalidade anarquista do Presidente age para destruir e desmoralizar as instituições. Dita pelo General Luís Carlos Santos Cruz, ex-Secretário de Governo da Presidência da República. Integrante do

Outro artigo

Embora os artigos da Constituição Federal mereçam atenção maior, a leitura de outro artigo, mais uma vez postado em COMISSARIA, e escrito em 2000, é recomendada. O primeiro (Fujimori, o ídolo) aparece