LÁ EM MANAUS

Era uma terça-feira

Nela existia uma rua

Rua de árvores, de carramanchão...

Rua de solidão, das vozes da feira!

Não havia carros nessa rua nua...

Não havia nada, nem o lixo que macula o seu chão...


Era uma tarde ensolarada

O rei sol, timidamente a invade...

A parada do ônibus estava abandonada...

Só as plantas ficaram na praça da saudade...!!!


Antônio Teixeira Barros


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Paleta Poética*

poesia é imagem emoldurada pintada na tela da razão com as brilhantes cores da paleta da vida em nuances vivas de emoção pintura diáfana do que os olhos não veem registro relutante do tempo que não pa

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.