Jânio e a Amazônia

A abertura dos territórios indígenas a toda sorte de atividade econômica é vista pelo jornalista Jânio de Freitas como a morte anunciada da Região. Mineradores, pecuaristas, dentre outros, executarão o que o articulista da Folha de São Paulo chama de sentença de morte da Amazônia.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Frases 123

A dor que me dói, a lágrima que eu choro, é pelas pesquisas que foram interrompidas e nunca mais se farão. É pelos jovens cientistas que teríamos formado e que não se formarão nunca. A Ciência é a últ

Vaidade e remorso

O que resta em mim de esperança na sociedade humana trabalha contra o maniqueísmo. Nenhum dos bípedes a que, às vezes inadvertidamente, chamamos humanos, foge à regra: dentro de cada um de nós, todos

Direito de expressão e charlatanismo

Para dizer o menos, foi inoportuna a nota divulgada pelo Centro de Comunicação Social do Exército, a propósito de matéria publicada no semanário Época. Assinado pelo jornalista Luiz Fernando Vianna, o

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.