Jânio e a Amazônia

A abertura dos territórios indígenas a toda sorte de atividade econômica é vista pelo jornalista Jânio de Freitas como a morte anunciada da Região. Mineradores, pecuaristas, dentre outros, executarão o que o articulista da Folha de São Paulo chama de sentença de morte da Amazônia.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mais um capítulo amazônico

Durante a sessão de abertura do Encontro anual do Ano Acadêmico Paulo Freire, pelo Núcleo de Estudos de Administração e Pensamento Social - ABRAS/UFF, será instalado o Capítulo Amazônia, integrado por

Hora do pega pra...

Por mais que o Presidente e o Relator da CPI da covid-19 desejem e mesmo tentem, difícil será manter a tranquilidade, quando sabemos que a marca de 500 mil cadáveres se aproxima. Nem todos têm consciê