*JÁ CHEGAMOS AO COMUNISMO OU SERIA APENAS UM FAKE NEWS MACARTISTA?*


Parece brincadeira quando vejo um mentecapto falar do perigo comunista. Mais hilário ainda é o discurso que segue, enfatizando o risco moral da destruição da família, o ateísmo, o Estado opressor e ceifador e outras asnices.

Mas não se trata de mera ingenuidade. Há ignorância em muitos, é claro, mas há, fundamentalmente, uma ideologia de classe por trás dessa onda perniciosa.

A ideologia dominante nos põe que a liberdade, por exemplo, só é possível no capitalismo, sistema onde você pode ficar rico, ter direito de ir e vir, ter tudo que você precisa, etc, etc.

Ora, isso é mentira. O trabalhador não enriquece a si próprio, apesar de produzir riqueza. Ele torna o patrão, dono dos meios de produção, seja de mercadoria ou de serviço, mais rico. Ninguém sem dinheiro tem direito de ir e vir. Ninguém sem dinheiro tem acesso aos produtos disponíveis para compra. E o dinheiro ganhado num capitalismo como o desenvolvido no Brasil não dá para quase nada.

E a família? Será preciso varrer o comunismo da história para a família ser preservada? Mais uma conversa desligada da realidade. Quem destrói a família enquanto núcleo social é o capitalismo e a moral dominante do lucro. A família é destruída quando pai, mãe e filhos têm que trabalhar para manter sua sobrevivência e sua dignidade, não sobrando tempo para se confraternizarem ou sequer trocarem olhares de ternura, pelo cansaço e pelo estresse do dia a dia.

E o ateísmo ou a possível perseguição religiosa? Não é preciso ser comunista para defender um Estado laico. Basta ter superado o medievalismo.

Religiões tem o direito de organização, mas isto não pressupõe criação de grupos criminosos mantidos pelo charlatanismo.

Para finalizar: e o Estado? Sim, o comunismo é a favor do fim do Estado; mas nem precisa mais dele para alcançar tamanho intento. Já não existe Estado na segurança e o atual governo, a serviço da elite bárbara, caminha para acabar com o Estado na saúde, na habitação, na educação e na regulação da economia. Seria o comunismo chegando? Não, meus caros leitores e leitoras, é apenas um retorno à barbárie social e econômica. O comunismo preconiza o fim do Estado e a ascensão da sociedade civil e não do mercado dominado por meia-dúzia de bilionários.

Você, mentecapto e ignorante, é apenas a vítima de um fake news ideológico.

Lúcio Carril

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.