Insatisfação

Recentemente, o tenente-brigadeiro Sérgio Xavier Ferolla, ex-Presidente do Superior Tribunal Militar - STM manifestou sua insatisfação com a presença de tantos generais do Exército na equipe do Presidente da República. Na entrevista concedida ao jornal italiano Il fatto quotidiano, Ferolla considera ofensivo às demais forças o tratamento dispensado pelo ex-capitão Jair Bolsonaro à arma de onde ele mesmo foi excluído. E deixa claro o processo de politização que envolve o Exército. O ex-Presidente do STM considera tudo isso prejudicial à imagem das Forças Armadas. Nada foi dito sobre o processo de organização de milícias por setores interessados da própria Presidência da República. Pode-se supor, no entanto, que os próprios militares que compõem o grupo de acólitos do Presidente, (como os chamou Ferolla), não estejam muito satisfeito com essa iniciativa do Chefe do Executivo,. Principalmente os militares que estiveram no Haiti sabem para que servem e como se portam os milicianos. Muito devem ter aprendido sobre os Tonton Macoute, a guarda pessoal de François Duvalier, o Papa Doc,que a deixou para o filho, o Baby Doc.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Repondo a verdade

A necessidade de uma reforma administrativa parece-me indiscutível, mas por motivos e com finalidades absolutamente contrários aos que vêm propalando governo, congressistas e patrões. Com o coro engro

O Rubicão de cada um

Difíceis, muito difíceis – e tenebrosos, os dias que temos vivido. Digo da morte imposta a toda uma população, aqui como em outros lugares do Mundo. A rejeição da Ciência, a agressão aos direitos fund

Fora!