top of page

Indefesos

Depois do depoimento do hacker Delgatti à CPI dos atos terrotistas, dúvida igualmente aterradora: quem nos defenderá de qualquer ameaça, ela ocorra nas fronteiras ou no centro de uma cidade qualquer? O envolvimento de ombros estrelados na preparação do frustrado golpe de estado de 8 de janeiro nos dá a resposta, tão triste quão vergonhosa. Seria demais supor, até agora, haver indiscutível participação da instituição militar com os atos sob investigação. Admitir como plausível tal hipótese, no entanto, é algo que só o aprofundamento das investigações poderá elucidar. Já nem atribuo aos antecedentes de muitos dos denunciados pelo hacker a relação de crimes de outra ordem com os que a CPI do Senado apura. Mesmo se deixado de lado o conjunto da obra, como um dia o chamou o principal dos denunciados, os acontecimentos que Walter Delgatti narra com tanto desembaraço e fluência só aumentam a responsabilidade dos senadores. A não ser que desejem ser tidos como cúmplices dos golpistas, os donos dos nomes informados pelo hacker, ignorados posto, cargos e constelações, hão de comparecer à CPI. E lá, darem sua versão sobre os fatos, mesmo se protegidos pelo silêncio legalizado. Como ocorre com o sigilo de documentos, o silêncio dos pretensos inocentes equivale a uma prévia confissão de culpa. Se não, ao menos uma forma de dificultar ou atrasar o desvendamdnto de fatos por eles mesmos considerados à margem da Lei. Não é de esquecer o comportamento típico dos mais ferozes homicidas. Perante as autoridades, policiais e judiciárias, quanto maior sua periculosidade, mais eles protestam inocência. A cabal desvinculação da instituição castrense nos atos golpistas em qualquer de suas fases, só será comprovada no correr das oitivas. Sem isso, a dúvida permanecerá.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mudanças conceituais

Vivemos em um mundo em permanente mudança. Não há um só dia em que algo não mude, em todo lugar. As alterações da natureza, em geral lentas, ajudam a caracterizar períodos geológicos e se medem em esc

Pecadores e pescadores

Os pescadores em águas turvas não perdem tempo. Enquanto resistem à inclusão da carne dentre os itens isentos de impostos, inventam a isenção de armas, munições e tudo o que concorre para aumentar a v

Difícil desaprendizado

Ou fiquei analfabeto ou sou levado a grande confusão. Leio no Valor Econômico (10-7-2024, p.4) números relativos ao varejo. Lá se registra comparação das vendas entre os dois primeiros trimestres dest

Commenti


bottom of page