Hora e vez do CBA

Pelo que se anuncia, o Centro de Biotecnologia da Amazônia caminha para o fim de seu calvário. Espera-se não encontrar lá a cruz em que serão pregadas as últimas esperanças do órgão e dos que sempre defenderam seu funcionamento. Quando surgiu, o CBA foi recebido com o entusiasmo e a tola euforia que costuma cercar os incensadores de todos os governos e poderosos. Não demorou, contudo, a debandada que condenou a SUFRAMA a manter sozinha as atividades da instituição, nos laboratórios onde equipes de cientistas tentavam contribuir para o rompimento do que o professor Samuel Benchimol chamou de monocultura industrial. A má vontade de uns, o desinteresse de outros, a estreita visão de terceiros levou o Centro a definhar. Mesmo muitos dos que um dia fingiram -se solidários aos belos propósitos da instituição desertaram e deixaram entregue ao esquecimento o trabalho promissor de que se ocupavam os pesquisadores. Fundação pública de direito privado (nome estranho, como as feições de um ornitorrinco) ou empresa pública, o certo é que pode estar se abrindo novo caminho para o CBA. Que ele possa, de fato, confirmar os saudáveis objetivos que animaram sua criação e o mantiveram funcionando por cerca de duas décadas! Talvez seja chegada a hora de passar do discurso ufanista e vazio e pôr o CBA na vanguarda da produção de conhecimento apto a tornar realidade o que a extraordinária potencialidade da região sugere.

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Dando nome

Não me lembro de ter lido em outro lugar. Por isso, ao pensar quão feliz o nome dado pela jornalista Catarina Rochamonte às relações entre os poderes republicanos, que nossa Constituição determina sej

Também republiqueta?

Onde as bananas dos Estados Unidos da América do Norte? A fruta tem bastado aos governantes daquele país para desqualificar e desdenhar de nações latino-americanas detentoras de riqueza natural extrao

Barro, sacos e farinha

O Presidente Donald Trump reitera seu propósito de rejeitar resultado eleitoral que ponha Joe Biden na Casa Branca. Ele não tem dito outra coisa, uma repetição do que disse o general Vilas Boas, na úl

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.