Festejo e reivindicação

Há menos a festejar, no dia comercial da mulher, que a reivindicar. Em país no qual é preciso criar leis de defesa da mulher contra a violência, fica fácil entender as razões disso; da criação de lei Maria da Penha, por exemplo: o respeito à mulher, que nem todas as pessoas admitem, exige leis que as façam respeitar à força.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Dom Sérgio

Pesar é o sentimento que cerca a perda do arcebispo Emérito de Manaus, dom Sérgio Eduardo Castriani. Engajado nas melhores causas da sociedade, o sacerdote destacava ser a chegada ao céu o prêmio por

Poeta e o futuro

Nosso tripulante, antropólogo, professor e poeta ORLANDO SAMPAIO SILVA comparece com três textos, na Antologia Ferrari. Desta vez, para tratar do que o futuro nos reserva, neste 2021 - um ano de esper

Relógio e tempo

Hoje, novo poema é postado em PanPoética Demia. Desta vez, ilustrado. Passe por lá, de preferência vacinado e/ou seguindo todas as recomendações da Ciência e dos que a produzem ou respeitam.

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.