Falsidade e transparência

De tão útil a expressão caladas da noite não espera o sol pôr-se e cria seu próprio relógio. Ainda que sirva somente a meia dúzia de homens que se pretendem públicos. Não fosse assim a eleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas dispensaria a prática de crimes, como a alegada falsidade documental. Disso, porém, tratarão (assim espero) as autoridades policiais. A transparência, no entanto, é matéria constitucional. Os deputados certamente sabem disso mais que eu, simples eleitor.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Amazônia sendo devastada, o Presidente vendendo gato por lebre no exterior e o vice-Presidente, investido das funções de xerife da Amazônia, só agora soube da devastação. Do círculo de ferro das fak

Segue em marcha batida o processo que tentará impedir a participação do Presidente e excluir o até agora imbatível ex-Presidente Lula das eleições de 2022. Os media já noticiam o interesse do centrão

Sinto envelhecer, quando: o casamento, no passado formador de famílias, passou a ser um organizador de quadrilhas; o desvio de dinheiro púbico era chamado desfalque, não comissionamento; o patriota e