Esperança e cautela

O editorial de hoje, de A Crítica, traz posição afirmativa de esperança, mas também de cautela, com a criação do Conselho da Amazônia. Ao mesmo tempo em que abre crédito

para o general Hamílton Mourão, adverte para os riscos de serem mantidas diretrizes todo dia reforçadas pelo governo federal, em relação ao ambiente. Talvez se pudesse concluir ter a inspiração do editorialista ido buscar sua mensagem no velho brocardo: o que dá pra rir, dá pra chorar...

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Frases 122

Com razão devemos nos indignar, mas não devemos nos trancar na indignação. Do alto de quase um século vivido, disse-o Edgar Morin, filósofo francês. Referia-se o estudioso e um dos principais teóricos

Desinformação ou subserviência

Diário local refere-se ao General-Ministro da Saúde como se ele tivesse algum dia, por horas apenas, ocupado o Comando Militar da Amazônia. Nunca isso ocorreu, e não por uma boa e legal razão. Eduardo

Frases 121

Descompasso ético, estético, criminoso. Disse-o Luís Francisco de Carvalho Filho, no artigo Motins politicos (FSP, 09.01.2021), ao comentar a invasão do Capitólio, Washington, por horda estimulada e c

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.