Escalada

Postada há três dias no espaço CAMAROTE deste blog, uma nota manifestava estranheza pela quase imperceptível notícia assustadora: a ampliação do limite de unidades de munição que uma pessoa pode comprar neste Brasil cordial e varonil. Em seguida, o Presidente da República tira do Exército autoridade para controlar e monitorar o comércio de armas e munições. Não sei a que pico essa escalada chegará. Os militares, espero, saberão. E o que fazer, para que não se consume.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Amor e medo

Depende da percepção de cada um a apreciação da realidade. Por isso, fatos evidentes postos diante das nossas caras têm interpretação tão diversa. O Estado, encarrega-se, então, de definir as coisas.

Mais Pensamento, mais Arte

Encerra-se hoje o evento inaugural dos encontros promovidos pelo Núcleo de Estudos de Administração e Pensamento Social Brasileiro - ABRAS/UFF, aqui coordenado pelo Capítulo da Amazônia do grupo de pe