Entre o revólver e a balança

Combater a violência não legitima reduzir qualquer problema a questão policial ou militar. Deixando-se de lado as causas, impossível chegar a bons resultados. Justiça só é feita quando a análise se baseia no contraditório. Daí ser a balança, não o revólver, o símbolo erguido por Themis, a deusa da Justiça. Mesmo – ou sobretudo? - quando o Ministro da área desfila ostentando uma arma.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Amazônia sendo devastada, o Presidente vendendo gato por lebre no exterior e o vice-Presidente, investido das funções de xerife da Amazônia, só agora soube da devastação. Do círculo de ferro das fak

Segue em marcha batida o processo que tentará impedir a participação do Presidente e excluir o até agora imbatível ex-Presidente Lula das eleições de 2022. Os media já noticiam o interesse do centrão

Sinto envelhecer, quando: o casamento, no passado formador de famílias, passou a ser um organizador de quadrilhas; o desvio de dinheiro púbico era chamado desfalque, não comissionamento; o patriota e