Em Defesa da Vida


A sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC realizou mais uma Marcha virtual pela Vida, como parte das atividades da Frente em Defesa da Vida, de que participam outras entidades comprometidas com a ciência, a sociedade e, em síntese com a VIDA, própria e dos outros. Os eixos do movimento têm como base a permanente luta em prol do bem por elas e seus membros considerado o mais importante, o primeiro dos eixos. Nesse sentido, alinham-se as outras bases da mobilização de cientistas, professores, intelectuais, pesquisadores e qualquer pessoa que põe a VIDA humana acima de qualquer outro interesse: 2. o respeito à Ciência e ao conhecimento; 3. a defesa do Sistema Único de Saúde, em vias de desmantelamento quando a covid-19 chegou no Brasil; 4. a solidariedade, especialmente dirigida aos mais vulneráveis, neste país em que tantos precisam de serviços públicos cuja existência é combatida agressivamente pelos que deles não precisam; 5. a proteção e defesa do meio ambiente, vítima contumaz dos que desejam transformar os bens naturais em parte de seu patrimônios privados; 6. defesa permanente da Democracia, particularmente quando são reiteradas práticas nocivas ao bem-estar da população, seja por agentes avessos ao entendimento e partidários da violência, seja pelos próprios órgãos mantidos pelos cidadãos e contribuintes.

Diferentes de outros agentes públicos, os integrantes da Frente em Defesa da Vida têm como armas seu interesse pelo bem-estar geral e a busca de respostas aos mais graves problemas com que se defronta a população, aqui e alhures. A Ciência posta a serviço dessa busca.

O grande valor a cultuar e disseminar, nesta e nas gerações futuras, é o conceito de vida como bem maior. Não a vida que desejam impor os que a têm abundante, risonha, desdenhosa pelo sofrimento alheio. Mas a vida solidária, que reconhece no outro um semelhante, com iguais deveres, com iguais direitos. E, sobretudo, com a oportunidade de fazê-los valer em todas as circunstâncias e instâncias. Como o direito à saúde, à educação, à proteção contra agressões – as da natureza e as engendradas pelos ganhadores de sempre, além der tantos outros serviços públicos. Parte do que fortalece o entendimento entre pessoas, adversários, comunidades, países, preferindo a solução civilizada, inteligente, e digna dos conflitos, ao invés de apelar para o uso das armas. Enfim, a vida vivida em ambiente social onde a liberdade e a fraternidade caminhem no sentido da igualdade, superada a barbárie e consolidada sobre argumentos, não sobre a força.

0 visualização

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.