Elites em flagrante

Em março de 2020, quando a pandemia começou a dar as caras, o empresário Junior Durski disse que não se poderia parar apenas porque "5 ou 7 mil pessoas vão morrer". Ainda no ano passado, o restaurante Madero, de sua propriedade, foi multado pela Controladoria Geral da União, no valor de 442 mil reais. O restaurante foi flagrado pagando propina em dinheiro e alimentos a servidores do Ministério da Agricultura. O ex-sócio (até julho de 2020) de Madero, o apresentador Luciano Huck, só este ano desistiu de candidatar-se à Presidência da República. Corriqueiros, infelizmente, estes fatos mostram o retrato nu e cru de nossas elites.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O poeta e ator DÓRI CARVALHO ocupará desde manhã cedo do DIA 22 (domingo) o ESPAÇO ABERTO desta nau. Seu texto Uma doença estranha traz à atenção dos visitantes/leitores um mal ainda por ter todos os