Dois Titos

Tito Figueiroa de Medeiros era seu nome; 79 anos, a sua idade. Pertencia à Congregação dos Frades Carmelitas, e morreu ontem no Cabo de Santo Agostinho, na Grande Recife. Isolado ali, foi abatido por um ataque cardíaco. Outro frei, Caneca, foi objeto de seu livro mais conhecido, Frei caneca: vida e escritos". Outro frei homônimo (Tito de Alencar Lima) foi um dos mais notáveis perseguidos pela ditadura de 1964/1985. O agora morto era antropólogo, escritor e professor da UFPE. O outro morreu em 1974, afetado por doenças adquiridas no período em que foi preso e torturado.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

À tripa forra

Romero Brito, artista plástico residente em Miami, e Eri Johnson, ator, encheram o bucho (para usar a linguagem corrente no local), no almoço das mães, no Palácio Alvorada. Desde o alvorecer, carne as

Adiamento

A live de lançamento do livro O Festival da Canção de Parintins, narrativas dos compositores: História, Memória e Identidades (1985-2021), foi adiada. Não foi, nem será realizada hoje, 8 de maio. Logo