Do verbo à verba

O Museu da Amazônia, um dos locais mais interessantes dos que se dedicam a estudar e promover o estudo da região, é também atração turística para os visitantes de Manaus. Fechado devido à pandemia, o MUSA permanece em atividades, naquilo que o necessário afastamento social não veda. Mas também aproveita para pensar o futuro. É possível que, passado o pesadelo da covid-19, seja criado um fundo fiduciário constituído por doações, à altura de assegurar o funcionamento regular do Museu e a execução dos importantes projetos em que está envolvido. Sedutora e legítima, a contribuição ao conhecimento da Amazônia certamente atrairá a atenção dos que se dizem defensores deste grande pedaço do território nacional. A passagem do verbo à verba.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Anunciada...mas nem por isso

A forma como a covid-19 vem sendo encarada pelo governo federal responde pela tragédia que já matou mais de duzentos mil brasileiros, e ainda matará não se sabe quantos mais. O desespero que tomou con

Qual o verdadeiro PT?

Enquanto tergiversava a respeito do apoio a Baleia Rossi, o Partido dos Trabalhadores entretinha tratativas com os apoiadores de Arthur Lira, candidato de consenso entre o Presidente da República e o

Médicos paulistas se manifestam

Firmada por todos os ex-Presidentes vivos da entidade, Carta ao Público de profissionais inscritos no Conselho Regional de médicos de São Paulo - CREMESP, reivindica a pronta e vigorosa manifestação d

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.