Dinheiro enfezado

Cenhos cerrados, aparência indignada são expedientes conhecidos. Nem mesmo a cueca substituindo as pochetes e capangas (lembram-se delas?) é inédita. Mas criatividade não falta aos nossos políticos. Por isso, os glúteos assumiram papel destacado nestes tempos de pandemias – orgânicas, políticas e morais. E Roraima se põe à frente, com a liderança – um grau acima do posto ostentado pelo senador Chico Rodrigues, do ineditismo. E surgiu o dinheiro enfezado, ao mesmo tempo em que o parlamentar investigado afirma ter ficha limpa. Não basta a ficha, Excelência!

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Retrato 19

Não fosse coisa pior, eu diria imoral a pretensão dos membros do Ministério Público de São Paulo. Sob alegação mentirosa e egoística, desejam eles ver-se incluídos dentre os primeiros a serem vacinad

Sem mato e sem cachorro

Cassar sempre será mais fácil que caçar. Nesta, precisa-se ter cachorro (à falta dele, gato serve). Na outra, o verbo substitui com vantagem o substantivo: matar é diferente de manter a mata. O cão ne

Triste destino

Se não podes contra o poderoso alia-te a ele. Esse o roteiro seguido pelo ex-senhor da Lava Jato, desmoronado muito antes do que imaginaria a mais criativa mente. Não dando certo a fundação urdida com

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.