Dificuldade

Ano de eleição complica as coisas. Sobretudo para políticos que se candidatam. Se o (des)governo federal tinha dificuldades para preencher os cargos, em anos anteriores, as dificuldades neste período se multiplicam. Veja-se o caso da Presidência da Petrobras. Escassas as fileiras de recrutamento em que o Presidente da República vai buscar seus auxiliares, até os critérios de escolha são alterados. O substituto do general Silva e Luna teve que desistir. Seus interesses contrariam os da empresa, no que lhe resta de estatal. Antes, o Presidente da República estava se lixando para isso. Agora, pode gerar perda de votos. Disso, o general Augusto Heleno sabe mais que nós, pobres mortais.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O poeta e ator DÓRI CARVALHO ocupará desde manhã cedo do DIA 22 (domingo) o ESPAÇO ABERTO desta nau. Seu texto Uma doença estranha traz à atenção dos visitantes/leitores um mal ainda por ter todos os