Dicas de leitura

Atualizado: 30 de Abr de 2020

Para os que veem os livros não apenas como um montão de páginas cheias de letras imprestáveis. E, também, para os que não se bastam com os livros de diário, caixa e razão, vão duas dicas. A primeira, A cruel pedagogia do vírus, do português Boaventura de Sousa Santos. Outra, Pandemia covid-19 e a reinvenção do comunismo, cujo autor é o esloveno Slavoj Zizek.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sem Roma, nem Romano

Perde o Brasil um dos seus intelectuais mais lúcidos, com a morte do filósofo Roberto Romano. Professor da UNICAMP, Romano deixa a memória de um cidadão preocupado com a ética necessária às relações h

Reprise

Até que enfim, o mensalão petista entrou em cartaz. Trazido em reprise, com sede no Ministério da Saúde e sua logística, já tem divulgados até o nome dos beneficiários. Ricardo Barros, mencionado pelo

Pobres e ricos

Quem ainda tenha dúvidas sobre a insensibilidade das elites brasileiras, tente encontrar as declarações do dono das Lojas Riachuelo. Flávio Rocha, expoente do Partido chamado Republicanos, joga-se ago