Desigualdade

Possivelmente, logo serão contestados pelo próprio governo os números divulgados pelo IBGE. Nunca esqueceremos que o INPES sofreu as consequências de levar a sério suas atividades. Acabou queimado pelas chamas que consumiram parte da floresta amazônica. Agora, os números de nossa economia mostram que menos de 3% das famílias brasileiras abiscoitam quase 20% da renda. A grande maioria delas, habita a região Sudeste e ganha, em média, R$ 8.391,29; o Nordeste fica na outra ponta, com R$ 3.557,98, na média. A média nacional é de R$ 5.426,70. Apenas 1,8 milhão de famílias ganha acima de R$ 23.850,00. Em média, claro! Mais: 73% das famílias ficam com apenas 36,1% do que o País produz.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Confusão tola

As novas tecnologias da informação que na percepção de Marshall Mac-Luhan transformaram o mundo em uma aldeia global, nem sempre têm sido vistas com a seriedade necessária. Talvez aí esteja uma das ra

Policialesco

Quem ainda tenha dúvida sobre a transformação do Estado democrático de Direito em um Estado policial, leia com atenção noticiário sobre as irregularidades atribuídas ao ex-reitor da UFSC, professor Lu

Justa reverência

Denominar o prédio em que se instalou a Faculdade de Artes da UFAM de Maestro Nivaldo Santiago era o mínimo que o velho professor merecia. Fez-se justiça a ele, cujos serviços profissionais engrandece