Depósito


A cidade norte-americana de Miami permanece fiel ao seu destino histórico. Sede das conspirações assassinas que não lograram matar Fidel Castro, ainda não perdeu o atrativo que sempre levou para lá os ditadores ladrões de outras porções do continente. Refúgio seguro dos fora-da-lei, a cidade agora recebeu mais um trânsfuga, o ex-sinistro Abraham Weintraub. A própria forma encontrada para o grosseirão semi-alfabetizado sair do Brasil diz tudo. Saiu, como disse Fernando Gabeira, “à francesa”. Não podia correr o risco de ser preso, segundo ele mesmo, o fugitivo, afirmou. Quando chegar a hora de trazê-lo de volta para cumprir decisão judicial, estará criado novo instituto do Direito Internacional – a excrementação. Uma variedade do instituto da extradição, aplicável à escória. Miami, assim, vira (ou confirma ser) depósito da escória mundial. Latino-americana, com muito mérito.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

É, no mínimo, desconfortável a situação do deputado Marcelo Ramos. Não faz muito tempo, ele era tido como um dos mais promissores políticos do Amazonas. Ganhou destaque como membro do PC do B, antes

O editor deste blog suspenderá a postagem de poemas de sua autoria em PanPoética Demia, que chegam ao número 100. Assim como pode haver poesia onde menos se suspeita que ela esteja, haverá férias no e