De novo?

A crise boliviana parece próxima de ter desfecho semelhante ao golpe que o empresariado venezuelano deu em Hugo Chávez, em 2002. Preso e substituído por Pedro Carmona, o Presidente deposto, antes de 24 horas de sua prisão, voltou ao poder nos braços do povo. Interessante é observar que a auto-proclamação de Presidentes pretende fazer-se moda. Mesmo quando os "democratas" condenam a continuidade pela via das urnas.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pertinência e pertinácia

O Laboratório de Ensino, Pesquisa e Experiência Transdisciplinar em Educação da UEA realizará, dia 01 de maio, através do canal Youtube.com/tevelepete, a 3ª sessão de seu programa Conversas impertinen