De novo?

A crise boliviana parece próxima de ter desfecho semelhante ao golpe que o empresariado venezuelano deu em Hugo Chávez, em 2002. Preso e substituído por Pedro Carmona, o Presidente deposto, antes de 24 horas de sua prisão, voltou ao poder nos braços do povo. Interessante é observar que a auto-proclamação de Presidentes pretende fazer-se moda. Mesmo quando os "democratas" condenam a continuidade pela via das urnas.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Repondo a verdade

A necessidade de uma reforma administrativa parece-me indiscutível, mas por motivos e com finalidades absolutamente contrários aos que vêm propalando governo, congressistas e patrões. Com o coro engro

O Rubicão de cada um

Difíceis, muito difíceis – e tenebrosos, os dias que temos vivido. Digo da morte imposta a toda uma população, aqui como em outros lugares do Mundo. A rejeição da Ciência, a agressão aos direitos fund

Fora!