De frente pro crime

Imagine-se acusado de práticas ilícitas tidas como crime nas nações civilizadas. Pense, agora, em determinar como, quando e onde devem ocorrer os atos que constituem aquilo que naquelas mesmas nações se chama o devido processo legal (legal due process, como o chamam os que pouco entendem da língua criada e falada em seu próprio lugar de nascimento, sua pátria como dizem outros). É preciso, porém, imaginar um pouco mais, pois os tempos e seus recentes costumes assim o exigem. Neste caso, dê por favas contadas a admissão de suas exigências, tantas a leniência e a generosidade com que são contemplados outros denunciados por crimes às vezes mais graves que os de que você é acusado. Esqueça o fato de que, vez por outra, acontece de alguma autoridade policial ou judiciária ou parlamentar fugir à regra. E, por desejar mostrar-se ponto fora da curva, rejeite seus insolentes, incabíveis e (quase dizia surreais, fugindo à normalidade vigente)condenáveis (eles também) pedidos. Isso bastará para punir os criminosos denunciados? É o que se verá, se ocorrer de fato, em dia, hora e local determinados pelas autoridades policiais e judiciáriasa acareação do senador Flávio Bolsonaro e seu suplente Paulo Marinho.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Saída difícil

Imagine-se um carro Ford-T trafegando nas ruas das grandes cidades. Por mais agradável que fosse conhecer aquele símbolo do mundo industrial emergindo, ninguém negaria o anacronismo da paisagem. Pois

Quem quiser, que o compre

Assisti à sessão híbrida em que a Câmara dos Deputados confirmou a decisão unânime do Supremo Tribunal Federal, determinando a prisão do deputado Daniel Silveira. O relatório lido pela autora, deputa

O povo contra a democracia - conclusão

É na última Parte (de número 3, Remédios) que o livro apresenta suas recomendações ou, no mínimo, suas cogitações voltadas para a superação da crise: a domesticação do nacionalismo, o conserto da econ

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.