Cumprimento de promessa

No caso da contratação de militares para fazer andar a fila do INSS, não há contradição entre o Bolsonaro de ontem e o de hoje. O candidato feito Presidente sempre anunciou seu propósito de encher de militares toda a administração pública brasileira. É o que está fazendo. Só não se pode atribuir coerência a ele porque outros fatos, em muitas outras áreas, primam pelo desmentido em relação ao prometido.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sobrecarga de trabalho

Imagino a sobrecarga de trabalho a que serão submetidos os servidores do Ministério das Relações Exteriores. Mais avancem as investigações da CPI da covid-19, mais será necessário reter passaportes. N

Confusão tola

As novas tecnologias da informação que na percepção de Marshall Mac-Luhan transformaram o mundo em uma aldeia global, nem sempre têm sido vistas com a seriedade necessária. Talvez aí esteja uma das ra

Policialesco

Quem ainda tenha dúvida sobre a transformação do Estado democrático de Direito em um Estado policial, leia com atenção noticiário sobre as irregularidades atribuídas ao ex-reitor da UFSC, professor Lu