Corretos

A obviedade da declaração de Adnom Gebrayesus não anula a correção de suas palavras. Nenhuma das vacinas procuradas será autorizada, sem passar pelos procedimentos e protocolos recomendados pelo organismo internacional. A mudança de tom da imprensa mundial e dos governos interessados nos diversos projetos em execução terá forçado o Diretor-Geral da OMS a pronunciar-se. E, no Brasil, o governo da Bahia já trata de assegurar a compra do produto, quando a Rússia o lançar no mercado. Correta, tanbém, a decisão.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sem Roma, nem Romano

Perde o Brasil um dos seus intelectuais mais lúcidos, com a morte do filósofo Roberto Romano. Professor da UNICAMP, Romano deixa a memória de um cidadão preocupado com a ética necessária às relações h

Reprise

Até que enfim, o mensalão petista entrou em cartaz. Trazido em reprise, com sede no Ministério da Saúde e sua logística, já tem divulgados até o nome dos beneficiários. Ricardo Barros, mencionado pelo

Pobres e ricos

Quem ainda tenha dúvidas sobre a insensibilidade das elites brasileiras, tente encontrar as declarações do dono das Lojas Riachuelo. Flávio Rocha, expoente do Partido chamado Republicanos, joga-se ago