Contraproducente

Quem deseje ler e busca sugestões na internet, por favor, fuja o mais rápido que puder de um vídeo chamado Lendo Junto. Só assim escapará ao palavrório e ao apedrejamento de uma comentarista que pretexta fazer a resenha do livro O Pêndulo de Foucault, de Umberto Eco. Gabriela Pedrão, este o nome da palavrosa inimiga do estilo e da literatura. Nada além disso se pode concluir, das palavras que ela diz por 14 minutos e 6 segundos, em relação à obra. Uma delas: muitos trechos podem ser ignorados, porque se trata apenas de informações sem importância, apenas para lustrar o estilo do autor. É preciso mais? Ainda bem que o título emprestado ao seu blá-blá-blá é justo: É o último, juro!

Ainda bem.


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Reserva

Têm razão a curiosidade dos leitores e visitantes que me indagam sobre a participação dos Hospitais públicos Adriano Jorge e os mantidos pelo Exército, Marinha e Aeronáutica em Manaus, no atendimento

A vida - dos outros

Quando há supostos cultores da Ciência que tentam desmoraliza-la, o que esperar, em defesa da vida? Pior, ainda, quando fingem ignorar (na melhor das hipóteses) evidências científicas, trocando-as por

Más lembranças

Há palavras capazes de suscitar nos que as ouvem sentimentos nem sempre agradáveis. Uma destas é LEGADO. Dele, dizia-se, seriam beneficiados todos os amazonenses, quando passasse a Copa do Mundo de 20

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.