Contraproducente

Quem deseje ler e busca sugestões na internet, por favor, fuja o mais rápido que puder de um vídeo chamado Lendo Junto. Só assim escapará ao palavrório e ao apedrejamento de uma comentarista que pretexta fazer a resenha do livro O Pêndulo de Foucault, de Umberto Eco. Gabriela Pedrão, este o nome da palavrosa inimiga do estilo e da literatura. Nada além disso se pode concluir, das palavras que ela diz por 14 minutos e 6 segundos, em relação à obra. Uma delas: muitos trechos podem ser ignorados, porque se trata apenas de informações sem importância, apenas para lustrar o estilo do autor. É preciso mais? Ainda bem que o título emprestado ao seu blá-blá-blá é justo: É o último, juro!

Ainda bem.


2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Quem tem medo...

O episódio envolvendo o vice-líder do governo no Senado inverteu a frase tão conhecida. Antes dizia-se que quem tem...tem medo. Agora, pode-se dizer que quem tem medo suja a cueca...e o que ela carreg

De novo

Alguns países da Europa, França, Alemanha, Reio Unido e Itália, dentre outros, começam a admitir a ameaça de novo surto da covid-19. Medidas postas em prática antes começam a ser novamente decretadas,

Convergência

Quem tenha razoável conhecimento da política brasileira não vê razão alguma para surpreender-se. É perceptível, pelo que tem de despudorada e acintosa, a aproximação de lideranças e políticos aparente

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.