Conto sempre contado

Era o século passado, anos 1920. O jornalista Paulo Barreto, que também assinava João do Rio publicava o conto O Homem da cabeça de papelão. Com um subtítulo: velho conto.

Quem deseja conhecer certos costumes e condutas que vêm de lá pode lê-lo, em João do Rio, coleção Nossos Clássicos, editado pela Agir, Rio, 2005). O autor da coletânea é Renato Cordeiro Gomes, que inseriu o conto na páginas 233-239.

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Dinheiro enfezado

Cenhos cerrados, aparência indignada são expedientes conhecidos. Nem mesmo a cueca substituindo as pochetes e capangas (lembram-se delas?) é inédita. Mas criatividade não falta aos nossos políticos. P

Quem tem medo...

O episódio envolvendo o vice-líder do governo no Senado inverteu a frase tão conhecida. Antes dizia-se que quem tem...tem medo. Agora, pode-se dizer que quem tem medo suja a cueca...e o que ela carreg

Arquitetado e Produzido por WebDesk. Para mais informações acesse: wbdsk.com

Todos os Direitos Reservados | Propriedade Intelectual de José Seráfico.