Conta outra!

Fossem outros os tempos, fossem outros os homens, era para morrer de rir. Autoritários, para o democrático Presidente da República, são os governadores, opondo-se ao suicídio coletivo determinado pelo decreto presidencial que libera salões de beleza, barbearias e academias. Democrático e patriota, nestes momentos tão sombrios correspondem à genuflexão diante da bandeira de outro País, à submissão a ordens de Presidente de outra nação, desrespeito à Constituição e zombaria pela morte de milhares de pessoas. Conta outra, Jair!

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Chama-se Anderson Silva da Costa o escritor amazonense premiado no concurso Máquina de Contos, 2ª edição, de 2022. Seu texto A noite de Ernesto está entre os três premiados em dinheiro (R$ 2.000,00),