Como de costume

Amanheceu-se o dia de ontem sabendo que o Presidente recusara a ajuda da Argentina ao povo baiano. As águas parecem cumprir papel e buscar meta de que a covid-19 não dá conta. Poucas horas depois, o dito ficou por não dito. Como tem sido desde 1 de janeiro de 2019, neste País em que basta andar sobre as duas patas traseiras para ser considerado humano.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Os que costumam visitar esta nau têm bom programa para o crepúsculo desta quinta-feira. Lendo seu poema Fractais, no Recital Literário da Editora Scortecci, às 19:30(BSB) estará o tripulante PAULO EMÍ